Tags

, , , , ,

I’m Gonna Get My Family Back”
“Cap #1 – I’m So Far From Home

Sinopse: Diante as ameaças de ser presa Temperance resolve fugir com a filha, deixando para trás todos seus amigos, incluindo o Booth. Como serão as coisas daqui pra frente, ninguém sabe dizer. Até quando ela terá que fugir? Booth irá perdoá-la por tê-lo deixado para trás? (Após 7×13)
Advertências:
Classificação: NC
Completa: [ ] Sim [X] Não

“Levou-me muito tempo para tê-lo na minha vida. Anos negando, tentando esconder os sentimentos que gritavam dentro de mim. Sem admitir que querendo ou não você já fazia parte da minha vida. Eu tentei reprimir, ignorar, e por muitos anos eu o fiz. Mas as coisas mudam, e hoje quando olho dentro dos seus olhos, eu posso dizer o que você realmente significa para mim. Eu te amo, e nada nem ninguém irão mudar isso. Eu sinto muito ter que partir, mas que esse não seja um adeus, mas sim um até logo, pois não importa quanto tempo passe, eu sempre, voltarei para ti. Como sempre voltei… Como sempre voltarei.”

 

POV – Booth

Era isso. Eu estava ali, sozinho, sem tem para onde ir, sem saber o que fazer. Nada daquilo poderia ser verdade. Era como se a qualquer momento eu fosse acordar de um sonho e tudo voltaria ao normal. Mas não era um sonho. Ela havia me deixado, sem aviso prévio sem ter nenhuma pista de onde ela estava. O pior de tudo? Não havia nada que eu pudesse ter feito para impedi-la. Porque você tinha que ser sempre tão racional?

“Você pode ir agora filho, o carro está concertado” Ouvi uma voz familiar se aproximar.

“Você está brincando não é?” Disse seguindo em sua direção. Tanta coisa acontecendo naquele instante, o concerto do carro não era minha prioridade. Mas Max não disse nada “Onde ela está Max?” Implorei mais uma vez “Onde ela está, por favor, me diga“

“Eu não posso te dizer isso… não agora”

“Eu tenho o direito de saber onde elas estão!”

“Nós não queremos que você se torne cúmplice…”

“Cúmplice?” Eu o interrompi “Essa é minha família…”

“Então lute por ela!”

“Porque ela não me contou?” Neste instante se tornava cada vez mais difícil segurar as lágrimas que se formavam.

“Você sabe o porquê”

“Não, eu não sei!” Minha voz saiu mais áspera e alta do que eu queria, mas eu precisava deixar essa raiva, esse sentimento de culpa e tristeza vazar “Ela deveria ter me contado, eu não iria impedi-la…”

“Não você não ia, mas iria querer ir junto…”

“É claro que eu iria junto!”

“É por isso que ela não te contou” Eu sabia disso, mas mesmo assim ainda doía “Booth, a Tempe fez o melhor para todos… A Christine não poderia ficar sem a mãe, e ela não poderia permitir que você jogasse sua carreira no lixo, ela precisa de você, precisa que você se mantenha firme e faça o que você saber fazer de melhor e que prove que ela é inocente… Se você quer chorar, chore, se quiser fica bravo, que fique, mas faça alguma coisa, faça alguma coisa para trazer sua família de volta, enquanto isso eu prometo que farei de tudo para protegê-las”

“Quanto você vai se encontrar com ela?”

“Em alguns dias…”

“Você pode me avisar quando for?” Max não respondeu “Se não puder, ao menos diga a ela que eu a amo, e que eu vou fazer de tudo pra provar que ela é inocente”

“Eu direi a ela” E eu tinha certeza que ele diria “Vá pra casa filho, descanse, amanhã será outro dia…”

Max me deixou ali, perdido em meus pensamentos. Eu sabia que ele estava certo, eu sabia que a Bones havia feito o melhor para todos, mas só de pensar que estava ali sozinho, sem elas… O Pelant havia tirado tudo que eu tinha de mais importante na minha vida, eu não poderia permitir isso. Eu vou trazer minha família de volta, custe o que custar!

POV – Brennan

“Eu dirigi o mais rápido e o mais longe que podia. Haviam se passado apenas quatro horas desde que o deixei lá sozinho, quatro horas que parecia uma eternidade. Vê-lo correr atrás de mim, desolado, sem entender o que se passava, foi difícil, milhares de lembranças retornaram em meus pensamentos, quantas vezes já não o havia deixado para trás. Eu não queria ter feito isso, não queria abandonar ele, a nossa família, mas não tinha escolha, era ele ou nossa filha, e no momento eu não consigo pensar em estar longe dela nem por um segundo, então eu fiz o que deveria ser feito, mesmo que por dentro meu coração dissesse não, e a vontade de dar meia volta e correr para seus braços fosse grande, eu fiz o que era melhor para todos. Eu só espero que um dia ele possa me perdoar por isso.”

POV – Booth

“Eu dirigi pelas ruas, agora escuras, da cidade, a última coisa que queria era voltar para casa, sozinho. Agora estou aqui, há apenas alguns passos da porta da frente, tomando a coragem para entrar em casa. Tudo que queria é poder encontra-la, sentada no sofá com nossa filha em seus braços, como todas as noites, mas não está noite, eu estava sozinho sem sorrisos de recepção, sem elas.”

“Caminhei pela casa escura, vazia, até alcançar o sofá onde me joguei. O silêncio tomou conta do ambiente e assim permaneceu por um bom tempo. As lágrimas escorrendo lentamente pelo meu rosto, lágrimas que já não sabia se eram de raiva, tristeza, saudade, ou uma mistura de sentimentos que não saberia explicar. Não era para ser assim, aquela casa não deveria ser preenchida por uma única pessoa, ela não deveria estar sozinha, eles não deveriam estar separados. O silêncio que até então se estabelecia foi quebrado com uma batida na porta.”

“As coisas não poderiam ficar pior, poderiam?” Pensei comigo.

“Agente Booth, temos um mandado de prisão para a Dra. Temperance Brennan” Correção, sim elas poderiam.

Aqui está o primeiro capítulo da minha nova FanFic “I’m Gonna Get My Family Back”

Espero que tenham gostado, e please… não deixem de comentar, a opinião de vocês é muito importante pra mim!



Texto por: B-Obsessed

Anúncios